Paulo Areias

Natural de Viana do Castelo. Licenciou-se em oboé pela Escola Superior de Música de Lisboa, tendo-se aperfeiçoando paralelamente em masterclasses em Portugal e no estrangeiro com François Leleux, Stefan Schilli, Alex Klein, Maurice Bourgue, Thomas Indermuhle, Christian Wetzel, Nick Deutsch, Alfredo Bernardini, Henrik Goldschmidt, entre outros artistas.

Enquanto oboísta colaborou com a Orquestra Gulbenkian de Lisboa, Orquestra Mundial de Jovens Zoltán Kodály (Hungria), Camerata do Instituto Internacional de Música de Camara de Madrid, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Sinfonietta de Lisboa e Orquestra do Norte.

Especializou-se em música de câmara na Escola Superior de Música Rainha Sofia – Madrid, onde estudou com Hansjorg Schellenberger, Klaus Thunemann, Jacques Zoon, Karl-Heinz Steffens, Eduard Brunner, Ralf Gotoni e Radovan Vlatkovic. Fundador do Quinteto de Sopros Avent – garde foi premiado em duas edições do prestigiado concurso da Rádio Difusão Portuguesa, “Premio Jovens Músicos RDP”.

Realizou concertos em Espanha, França, Eslováquia, Bélgica, Holanda, Hungria, Brasil e China e efetuou gravações com a RDP (Portugal), RTVE (Espanha), Molennar (Holanda) e MG (Hungria). Atuou entre outros no Festival “Dias da Música do Centro Cultural de Belem”, “Neerpelt Music Festival” – Bélgica, “WASBE 2017” – Utrecht, “Festival Jovens Músicos” da RDP e no “Festival Internacional de Música de Santander” – Espanha.

Paulo-Areias-Palhetas-Oboereedstuff
biografia-Paulo-Areias-oboereedstuff

Durante a sua carreira teve a oportunidade de trabalhar com músicos como Carlos do Carmo, Elisabete Matos, Zakhar Bron, Paul Neubauer, Sergio Carolino, Gary Hoffman, Natalia Shakhovskaya, Rainer Zepperitz, Jaime Martin, Karl- Heinz Steffens, Vitaly Margulis, Mario Laginha, Vicent David, Rainer Schmidt e Pedro Burmester.

Leciona oboé e orquestra na ARTEAM e na Academia de Música de Viana do Castelo e enquanto professor de instrumento orientou vários masterclasses em Portugal, Omã e no Brasil, onde se apresentou também como solista.

É primeiro oboísta e chefe de naipe da Banda Sinfónica Portuguesa, com a qual obteve o primeiro prémio no World Music Contest em Kerkrade – Holanda.

É maestro da Orquestra Con Spirito. Frequenta o mestrado em direção de orquestra, na Escola Superior de Música de Lisboa na classe do conceituado pedagogo francês Jean-Marc Burfin. Possui o grau de Mestre no Ensino Especializado da Música, nas especialidades de Oboé e Classe de Conjunto, pela Universidade Católica Portuguesa – Porto.

Possui o grau de Mestre no Ensino Especializado da Música, nas especialidades de Oboé e Classe de Conjunto, pela Universidade Católica Portuguesa – Porto.

 

” OboeReedStuff começou como um hobbie derivado da paixão pelo Oboé.

O meu nome é Paulo Areias e sou o artífice por detrás do projeto OboeReedStuff.”